Comentário da manhã

Comentário da manhã – 06/12/19 (11h14min) SOJA – CBOT opera em alta de 7 cents nesta sexta-feira, a U$ 8,91/janeiro – engatando a quarta sessão positiva.

Ontem pregão fechou com ganhos de 6 cents.

O sentimento positivo se deve às boas perspectivas sobre uma solução, ainda que parcial, para as tensões comerciais que envolvem as duas maiores economias do mundo.

O governo chinês removeu tarifas para novos lotes de soja e carne suína norte-americanas; porém, o volume com isenção ainda não foi divulgado.

Os EUA prometem impor novas tarifas para mais um lote de produtos chineses a partir deste dia 15.

Em contrapartida, os asiáticos estão numa corrida para evitar que isto ocorra, melhorando as propostas com vistas a um acerto.

As exportações de soja norte-americanas somaram 0,68MT na última semana.

Na temporada, o volume chega a 25,9MT, ante 23,9MT do mesmo período do ano passado.

Os embarques alcançam 16MT, contra 13MT do mesmo intervalo do ciclo passado.

Os dados são do USDA.

Na próxima terça-feira, o USDA irá divulgar o relatório de oferta e demanda (WASDE) de dezembro.

O relatório é esperado sem maiores alterações em relação ao mês passado.

Mas, o mercado aposta em algum ajuste negativo nos estoques finais dos EUA, tanto para soja quanto para o milho.

O plantio de soja na Argentina chega a 49% e as áreas produtoras, que estavam um tanto secas, receberam chuvas nos últimos dias, trazendo alívio e permitindo a continuação da implantação das lavouras de soja e milho.

Indicações de compra no oeste do estado na faixa de R$ 83,50/84,50 – dependendo de prazo e de local.

Em Paranaguá, na faixa entre R$ 89,00/90,00.

MILHO – CBOT opera ligeiramente em alta nesta manhã de sexta-feira, a U$3,67/dezembro.

Ontem, pregão fechou com baixa de 3 cents.

As vendas de milho dos EUA somam nesta temporada chega a 14,6MT, ante 26,7MT do mesmo período da estação passada.

Já, os embarques somam 6,3MT, contra 14,8MT do mesmo intervalo do ciclo anterior.

Os dados são do USDA.

Mercado doméstico se mantém firme, postado em variáveis puramente internas.

Dentre elas, cabe citar: atraso do plantio da safra de verão, irregularidades climáticas em diversas regiões de cultivo, dúvidas sobre a extensão e condições de implantação da safra de inverno e exportações recordes com consequente enxugamento da disponibilidade para uso interno.

Indicações de compra, no oeste do estado, entre R$ 41,50/43,00 – dependendo de prazos e de localização.

Porto mantém com indicações entre R$ 41,50/43,00 por saca.

(AS INDICAÇÕES DE PREÇO, TANTO PARA SOJA QUANTO PARA MILHO, SÃO UMA IDEIA GENÉRICA DE PREÇOS PARA O OESTE DO ESTADO E, EVENTUALMENTE, PARA O PORTO DE PARANAGUÁ.

PARA INDICAÇÕES MAIS PRECISAS É NECESSÁRIO SUBMETER O LOTE EM QUESTÃO NUMA PROPOSIÇÃO FIRME DE VENDA PARA O MERCADO – PARA ISTO, LIGUE PARA GRANOESTE: (45) 3220-8383).

DÓLAR – Opera em leve baixa neste momento, a R$4,18.

(GRANOESTE CORRETORA – Camilo/Stephan).